domingo, 15 de fevereiro de 2009

Do dia que a janela se vestiu de espelho

E a visão não estava nem dentro, nem fora
Enquanto a janela sonhava ser a menina do quarto.


Foto de Ana Bintacos: http://www.flickr.com/photos/algocriativo



7 comentários:

  1. às vezes olhando no espelho eu não sei se sou menina ou se sou janela.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, gostei muito do seu blog!Vou tentar continuar visitando(eu tenho preguiça de comentar=/), mas por hora eu passei para avisar que te deixei um selo lá no meu blog!
    Beijos!

    ResponderExcluir

"Não me venha com mais infância"

De todas as infâncias aqui vividas, aqui postadas, aqui lembradas, eu não quero mais lembranças de uma infância. Seja sempre criança, não me venha com infância, infância é coisa de quem já envelheceu. Envelhecer é coisa de coração que vai morrer. Não me fale de infância, aqui somos eternamente esses olhos encantados.